Seu browser não aceita Javascript!
Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Rede de Comunicadores

| Registrar-se

Twitter do Rede Comunicadores da Educação
PDFImprimirE-mail

Matriz de referência da Provinha Brasil de matemática está à disposição dos professores

Noções das quatro operações
 (Brasília, 21/02/2011) - Os professores de turmas do segundo ano do ensino fundamental público e os coordenadores pedagógicos já podem consultar a matriz de referência da Provinha Brasil de matemática será enviada às escolas pelo Ministério da Educação (MEC) em julho. O exame terá 20 questões, mas não será obrigatório. A decisão de aplicá-lo cabe a cada escola.

A matriz de referência relaciona competências que as crianças do segundo ano do ensino fundamental devem ter adquirido. Reconhecer representações de figuras geométricas, identificar, comparar e ordenar grandezas, ler e interpretar dados em gráficos, tabelas e textos são alguns conteúdos avaliados na provinha.

De acordo com a coordenadora de ensino fundamental da Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação, Edna Martins Borges, a matriz de referência é um resumo do currículo desenvolvido pela escola. Com a provinha, segundo ela, é possível fazer um diagnóstico do que a criança está aprendendo e do que deve aprender. O exame ainda oferece ao professor uma avaliação precisa do direcionamento de seu trabalho.

Edna considera essencial que o professor compreenda a matriz de referência como parte do currículo e que outras dimensões devem ser trabalhadas na escola. Ela recomenda ao professor não treinar as crianças para a provinha. “O objetivo é fazer um diagnóstico, não dar nota de desempenho”, salienta.

Para a secretária de educação básica, Maria do Pilar Lacerda, tanto a alfabetização e o letramento quanto o domínio dos fundamentos matemáticos levam os estudantes a desenvolver habilidades que os ajudam a entender e trabalhar outras áreas do conhecimento. “Ninguém aprende ciências se não souber ler; ninguém entende o espaço se não tiver uma noção matemática”, explica.

Segundo a secretária, estudos recentes revelam que crianças com habilidades em matemática têm facilidade para a música e para o xadrez. “A criança não aprende matemática para fazer contas, mas para desenvolver áreas do cérebro fundamentais para a aquisição de outros conhecimentos durante a vida.”

 Ouça a coordenadora de ensino fundamental do MEC, Edna Martins Borges, sobre a Provinha Brasil de matemática.

© 2009 Ministério da Educação. Todos os direitos reservados. Usando: Joomla!

Acessibilidade Brasil ABERT